Carta de uma mãe ao mundo

Mães são criaturas especiais. Elas têm uma visão de mundo toda peculiar.
Guardam a experiência, porque já viveram mais tempo que seu filho.
Experimentaram incontáveis alegrias. Também tristezas, mágoa e dor.
E sabem que, por mais que amem seu filho, não poderão impedir que tudo isso ele também experimente: coisas positivas e coisas negativas.
Sabem que isso faz parte do grande aprendizado que redundará em progresso para ele próprio.Possivelmente, por tudo isso é que uma mãe elaborou uma carta, nos seguintes termos:
Caro mundo: Meu filho começou hoje na escola. Durante algum tempo, tudo vai ser estranho e diferente para ele. Eu gostaria que você o tratasse com carinho. Até aqui, sempre estive ao lado dele. Aquieto seu coração. Curo suas feridas. Estou por perto quando ele cai e rala o cotovelo ou o joelho.
Quando ele cai da bicicleta, do skate e tropeça nos cadarços soltos do tênis.
Mas agora tudo vai ser diferente. Esta manhã ele
vai sair pela porta da rua, acenar para mim e começar sua grande aventura.
Ele irá aprender provavelmente sobre disputas, tragédia e sofrimento.
Para viver neste mundo é preciso fé, amor e coragem. Por isso, mundo, eu gostaria que você o pegasse pela mão e ensinasse o que ele precisa saber.
Ensine-o, mas com carinho. Ensine-o que, para cada malandro que existe por aí, existe também um herói.
E que, em verdade, há muito mais heróis do que malandros. Heróis anônimos que realizam grandes proezas todos os dias. Fale-lhe muito mais dos heróis. Incentive-o a se tornar um deles.
Ensine-o que para cada político corrupto existe um líder dedicado.
E narre-lhe detalhes das vidas desses líderes para que os possa imitar.
Ensine-o que para todo inimigo existe também um amigo.
Diga-lhe como conquistar e conservar amigos.
Ensine-o sobre as maravilhas dos livros.
Livros de ciência, de arte, de grandeza.
Dê a ele um momento de silêncio para que possa ponderar sobre o mistério
dos pássaros no céu, das abelhas ao sol e das flores nas campinas.
Ensine-o que é muito mais digno fracassar do que trapacear.
Ensine-o a ter fé nas próprias idéias, mesmo
quando todo mundo lhe disser que ele está errado.
Ensine-o que seu coração e sua alma nunca devem estar à venda.
Ensine-o a fechar os ouvidos para o clamor da multidão...
E manter-se firme e disposto a lutar quando achar que está certo.
Ensine-o com carinho, mundo, mas não o mime, pois é o teste do fogo
que produz o aço mais resistente.
Mundo, veja o que você pode fazer por meu filho. Ele é alguém muito especial.


A educação de uma criança não é somente um trabalho de amor e um dever.
É uma missão interessante, desafiadora e honrosa.
Em verdade, ela exige do educador o melhor que ele tenha para dar.
Por isso, maternidade e paternidade são missões das mais nobres,
confiadas pela divindade à mulher e ao homem.

Redação do Momento Espírita
com base in: Histórias para aquecer o coração das mulheres.