Observa...

Observa no teu jardim as rosas entreabertas e nunca as pétalas caídas...

Observa no teu caminho a distância vencida e nunca a que ainda falta...

Guarda do teu olhar, os brilhos da alegria e nunca as névoas da tristeza...

Retém da tua voz risadas e canções e nunca os teus gemidos...

Conserva nos teus ouvidos as palavras de amor e nunca as de ódio...

Grava nas tuas pupilas o nascer das auroras e nunca os poentes...

Conserva no rosto as linhas do sorriso e nunca os sulcos do teu pranto...

Conserva dos teus pés os passos retos e puros, esquece os transviados...

Guarda das tuas mãos as flores que te ofertaram,
esquece os espinhos que ficaram...

Relembra os dias em que foste água limpa,
esquece as horas em que foste pelo cano...

Conta e mostra as medalhas das tuas vitórias,
esquece as cicatrizes das derrotas...

Olha de frente para o Sol que existe na tua vida,
esquece a sombra que fica atrás...

A bondade é mais forte em nós e dura muito mais do que
o mal que nós mesmos praticamos...

Seja otimista e não te esqueças de que é no fundo das noites de luar
que brilham muito mais as estrelas!