A diferença entre ser e ter

Aprendi que, por pior que seja um problema
ou uma situação, sempre existe uma saída.

Aprendi que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde,
será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.

Aprendi que perdemos tempo nos preocupando com fatos que muitas vezes
só existem na nossa mente.

Aprendi que é necessário um dia de chuva para dar valor ao Sol,
mas se ficar exposto muito tempo, o Sol queima.

Aprendi que heróis não são aqueles que realizaram obras notáveis, mas os
que fizeram o que foi preciso assumindo as conseqüências dos seus atos.

Aprendi que não vale a pena se tornar indiferente ao mundo e às pessoas.
Vale menos a pena, ainda, fazer coisas para conquistar migalhas de atenção.

Aprendi que não importa em quantos pedaços meu coração já foi partido.
O mundo nunca parou para que eu pudesse consertá-lo.

Aprendi que, ao invés de ficar esperando alguém me trazer flores,
é melhor plantar um jardim.

Aprendi que amar não significa transferir aos outros a responsabilidade
de me fazerem feliz. Cabe a mim a tarefa de apostar nos meus talentos
e realizar os meus sonhos.

Aprendi que o que faz diferença não é o que tenho na vida, mas QUEM eu tenho, e que uma boa família pode ser feita com os amigos que escolhi.

Aprendi que as pessoas mais queridas podem, às vezes, me ferir e talvez não me amar tanto quanto eu gostaria, o que não significa que não me amem muito. Talvez seja o máximo que conseguem e isso é o mais importante.

Aprendi que toda mudança inicia um ciclo de construção,
se você não se esquecer de deixar a porta aberta.

Aprendi que o tempo é precioso e não volta atrás. Por isso, não vale a pena resgatar o passado. O que vale a pena é construir o futuro.
O meu futuro ainda está por vir. Foi, então, que aprendi que, devemos descruzar os braços, vencer o medo de tentar e partir atrás dos sonhos.
A vida tem valor e você tem valor diante da vida.