A fila é grande

Quando eu fraquejar,
quando meus problemas
eu não puder aguentar,
quando meu corpo doer
e minha alma latejar
me ajude a continuar.
 
Quando a minha visão embaçar
e eu tiver dificuldade de enxergar
tudo que me rodear,
quando eu sentir que vou sufocar,
quando o peso, em meus ombros,
for tão grande que eu não possa me deslocar,
amenize-o para que eu possa caminhar.
 
Quando tudo me parecer perdido
e eu já tiver sofrido
além do meu limite
me mostre que Você existe.
 
Me ajude a reencontrar a fé
e me prove que ela é
a única força que pode amparar
meu corpo e minha alma
em qualquer situação e lugar. 
 
Quando eu me sentir impossibilitada de orar
porque não consigo me concentrar,
e, por isso,  estiver me sentindo culpada,
devolva-me a calma
para que eu possa raciocinar. 
 
Quando a minha ansiedade
desenvolver uma alta velocidade
e eu me machucar numa derrapagem,
puxe o meu freio de mão
estendendo-me a Sua mão.
 
E, então, quando tudo isso passar,
quando essa fase, em minha vida, terminar
e eu me encontrar,
prometo demonstrar agradecimentos
em todos os meus momentos.
 
Sei que não sou a única a pedir,
muito menos a implorar.
A fila é grande, eu posso imaginar,
mas já peguei a minha senha
e pretendo esperar.

Silvana Duboc