A morte de nossos sonhos

O primeiro sintoma de que estamos matando
nossos sonhos é a falta de tempo.
As pessoas mais ocupadas têm tempo para tudo.
As que nada fazem estão sempre cansadas.

O segundo sintoma da morte de nossos
sonhos são nossas certezas.
Porque não queremos olhar a vida como
uma grande aventura a ser vivida, passamos
a nos julgar sábios no pouco que pedimos da existência
e não percebemos a imensa alegria que está
no coração de quem está lutando.

O terceiro sintoma da morte de nossos sonhos
é a Paz: a vida passa a ser uma tarde de domingo,
sem nos pedir grandes coisas,
e sem exigir mais do que queremos dar.

Paulo Coelho