A vida sem pressa

Você já parou para olhar crianças brincando num parque
ou para ouvir o som da chuva quando toca o chão?
Já parou para ver o vôo errante de uma borboleta?
Já ficou simplesmente observando o sol sumir
dentro do escuro da noite?
Melhor ir mais devagar; não corra tanto.
Vá mais lentamente pela Vida.
Ela não é tão curta quanto nos fazem acreditar.
Você voa apressado o tempo todo?
Vá mais devagar; flutue no ar.
Quando você pergunta "como vai?",
você escuta a resposta?
Você já disse a uma criança "Vamos deixar pra depois..."
e, na sua pressa, não notou a sua inocente tristeza?
Você já deixou de conservar uma amizade, sabendo depois,
que o amigo deixou este mundo sem seu adeus?
Uma amizade perdida no tempo, porque na sua pressa,
deixou de lembrar de um simples "Olá"?
Quando acaba o dia, você se deita pensando
em mil coisas para o dia seguinte?
Durma em paz...
Quando você corre para chegar a algum lugar,
perde metade da sua alegria para poder chegar lá.
Quando você se preocupa e se apressa o dia todo, é como deixar
um presente embrulhado e depois jogá-lo fora.
A vida não é uma pista de corrida...
Cuide-se e vá mais devagar!
Sinta cada instante, dance calmamente a música
da alma e sinta a força da sua canção.
Dance, dance, mas dance devagar. Calma!
A música vai continuar... Com ou sem você!