Agonizando

Já foi internado,
na UTI está inconsciente e imobilizado,
ligado ao soro tenta sobreviver,
mas pra quê?
Seu tempo já terminou,
esse amor já se desgastou,
vazios em mim provocou
e tantas dores já me causou.
Que ele agonize o tempo necessário
e depois me liberte desse calvário.
Que ele desencarne,
se descole da minha carne,
abandone o meu coração e meu corpo,
que mergulhado na solidão,
não suporta mais essa sensação.
Que ele suba logo até o céu
ou que desça até o inferno
pois se um dia teve o sabor do mel
hoje se transformou no mais terrível inverno.
Que ele seja rapidamente enterrado
e seu túmulo seja lacrado.
Apenas colocarei em sua sepultura
uma placa simples e sem moldura
onde estará gravado:
"Aqui jaz um amor
que foi morar no meu passado".


Silvana Duboc