Amor imensurável

Eu queria mais,
bem mais do que você podia me dar.
Não me bastava apenas um olhar
um carinho fracionado
um beijo rápido e roubado.
Não me bastavam as suas palavras
meigas e delicadas
porém limitadas e apressadas.
Eu queria a sua companhia
em muito mais dias.
De você, tudo eu queria:
as suas horas, os seus minutos
a sua alegria e a sua tristeza
suas dúvidas e certezas
sua razão e sua emoção
seu corpo e seu coração.
Eu queria sua alma enrolada na minha
como um novelo de linha.
Eu queria o maior dos absurdos
o mundo todo mudo
e só nós dois a nos falarmos;
o mundo todo cego
e só nós dois a nos enxergarmos.
Eu queria que quando estivéssemos juntos
a terra parasse de girar
para que nunca precisássemos nos afastar.
Eu queria que nossas noites não clareassem
e nossos dias jamais escurecessem.
Eu queria, enfim,
que essas minhas palavras ecoassem
e você não as esquecesse.
Eu queria seu presente
e seu futuro em minhas mãos
como se fossem marionetes
controladas pela minha paixão.
De você, eu queria o impossível,
até mesmo o impalpável
por causa desse meu amor imensurável.

Silvana Duboc