Aquele homem

Um dia aquele homem vai ser seu
assim como já foi meu.
Não sei, exatamente, quem é você
mas posso lhe dizer
que ele lhe dará grandes alegrias,
será uma inigualável companhia
e lhe fará um bem enorme todos os dias.
De repente você perceberá
que o tempo correu, não quis caminhar
e aquele homem foi mudando sem lhe avisar.
Mudaram as atitudes e os sentimentos,
tudo foi desaparecendo,
os bons e inesquecíveis momentos.
Quando você se der conta
aquele homem apesar de
ainda estar ao seu lado
já não será mais seu,
assim como um dia deixou de ser meu.
Conforme-se como eu me conformei,
aceite esse desmoronamento como eu aceitei.
Atualmente são assim as histórias de amor,
florescem lindamente como uma flor
e sucumbem em total estado de dor.

Silvana Duboc