Brincadeira de gato e rato

Mentira, você não deixou de me amar,
você finge só pra me magoar
e tem horas que eu resolvo acreditar.
Mentira, você não encontrou outra
que seja igual a mim.
Mentira, você sequer está a fim
de por alguém se apaixonar.
O que você quer mesmo é voltar,
mas seu orgulho não quer deixar.
Tantas mentiras pra quê
se você tanto me ama
e eu não consigo lhe esquecer?
Acho que já está na hora
dessa brincadeira de gato e rato acabar
e a gente retomar o que ficou pela metade,
só é preciso você ter coragem.
Não acha melhor assim?
Então, volta pra mim!

Silvana Duboc