Caminhos diferentes

Há quem passa e deixa só cicatrizes.
Há quem passa semeando flores.
Há quem passa banhando-nos em lágrimas.
Há quem passa disposto a secá-las.
Há quem passa torcendo por nossa vitória.
Há quem passa aplaudindo nossos fracassos.
Há quem passa ajudando-nos a levantar.
Há quem passa fazendo-nos cair.
Há quem passa como sombra.
Há quem passa como luz.
Há quem passa como pedra no caminho.
Há quem passa como pedra de construção.
Há quem, para todo deslize,
vê uma falha irreparável.
Há quem nos oferece o perdão.
Há quem ignore nossos erros.
Há quem nos ajuda a corrigir.
Há quem passa rápido, veloz, despercebido.
Há quem deixa marcas profundas.
Há quem simplesmente passa.
Há, porém, quem fica para sempre no coração!

Regina Célia Suppi