Caminhos para a vida

Quando cortas uma flor para ti
começas a perdê-la...
Porque murchará em tuas mãos
e não se fará semente para outras primaveras

Quando aprisionas um passarinho para ti,
começas a perdê-lo...
porque não mais cantará no bosque para ti
e nem criará outros passarinhos em seu ninho.

Quando guardas teu dinheiro,
começas a perdê-lo...
porque o dinheiro não vale por si só
mas pelo que com ele se pode fazer.

Quando não arriscas tua liberdade para tê-la,
começas a perdê-la...
Porque a liberdade que tens se comprova
quando te atiras, optando e decidindo.

Quando não deixas partir o teu filho
para a vida, começas a perdê-lo...
Porque nunca o verás voltar para ti livre e maduro.

Aprende no caminho da vida
a paradoxal lição da experiência:
sempre ganhas o que deixas e perdes o que reténs.