Chorar e aprender

Quando deixamos que nossas lágrimas desatem os laços fortes dos grilhões da alma e transbordem além de nossos limites físicos, permitimos um raro momento de reconstrução de nossas forças pois, de dentro, saem as tristezas que são levadas pelas águas de nosso mar interno, e as lentes de nosso espírito tornam-se cristalinas, permitindo assim que possamos filtrar com clareza as coisas que vemos, ouvimos e sentimos, e dessas experiências, retirarmos a lição necessária para nosso
crescimento e evolução espiritual.
Mas jamais nos permitamos sentar à beira do caminho e ficarmos a lamentar e a ganir, como um cão sarnento, as desgraças que nos acontecem pois, aí neste momento, seremos dignos de pena, e o cosmo reage favorecendo todos os nossos disparos de energia.
Portanto, se você quer ser um vencedor,
não se limite apenas a chorar e a lamentar.
Tenha sim, o momento da cura, do choro, da reconstrução, mas em seguida, levante a sua cabeça, encaixe seus ombros e respire a vida, perceba em silêncio... você ainda está vivo?!
Então, mude seu destino.
Lute e mantenha viva a chama do amor incondicional.
Assim, quando encontrar o ser Criador (seja qual for a sua crença)
que você possa dizer-lhe: - Estou diante de Ti porque me deste a maravilhosa oportunidade de cair para aprender a levantar, de chorar para aprender a reconstruir , de morrer para aprender
a viver, dentro da Tua Verdade.
Jamais se esqueça que você é filho de Deus perfeito, e foi feito segundo Sua imagem e semelhança; portanto, você nasceu para
ser feliz e ter tudo de bom que o Universo pode te conceder.
Se você ainda chora e sofre, é porque ainda não aprendeu ou não entendeu que Deus é Pai amoroso, bondoso e misericordioso
que nada nega a um filho que enxerga a Sua Verdade...