Cortejando a vida

Que seus dias tenham a doçura milagrosa de
um beijo de criança.
Que seus dias sejam povoados com a melodia suave do ressonar de um ente querido.
Que sejam cobertos de glória e amor, os seus dias.
Que você se mantenha na estrada, mesmo que ela lhe pareça árdua e difícil.
Sinta a cálida brisa de um fim de tarde de verão.
Sinta o nariz congelar no frio do inverno.
O sabor da fruta madura no outono.
Sinta o perfume das rosas
que a primavera faz florescer.
Abençoados sejam os seus dias, pois é preciso ter muita coragem para reconhecer que somos seres divinos, guiados pelas forças de um Ser Supremo que nos ama, acolhe, recebe.
E, sobretudo que nos amemos como somos,
sem cobranças ou mágoas.
Porque também é preciso coragem, dedicação
e amor, para gostar de si mesmo.
E agradeça sempre a imensa dádiva de viver.


Fabiana Ranieri