Desculpe

Ah!
Desculpe este ar de amar
Este dom de doar.

Desculpe quando te ligo
E te falo de prazer
Quando te encho de afago.

Desculpe este ar inocente
Este jeito demente.
Esta volúpia em amar.

Desculpe quando te chamo
Te beijo
Te abraço
Te aperto.

É que meu amor é tanto
que não posso viver sem dizer:
Te amo.

Desculpe se te sufoco,
Se te toco.
Se te deixo em foco...

Desculpe se te amo tanto assim.

Anna Paes