Desprenda-se desse amor

Anda, corra,
desprenda-se desse amor,
afaste-se dele por favor.
Será que você ainda não enxergou
que nunca, nada vai mudar
e o que ele tem para lhe dar
é de uma insignificância
e esse tão pouco
ainda lhe é dado com arrogância
que o melhor seria nem receber.
Acorda, tenta entender
que às vezes a solidão
pode ser uma excelente condição.
Caia na realidade,
cria coragem
e aceita que a sua metade
em algum outro canto do mundo pode estar,
então, com certeza vale a pena procurar.
Você tem o maior dos tesouros, a inteligência,
portanto não cometa negligências
com seu pobre coração.
Tenha com ele
um pouco mais de consideração.

Silvana Duboc