Diamante

Se você deixar de me amar
e eu vier a me transformar
em algo sem valor
eu peço, por favor,
não deixe de me avisar.
Quem um dia foi diamante,
mesmo por um rápido instante,
dentro de algum coração
merece essa consideração.
Se o seu amor acabar,
não se sinta culpado
na hora de me comunicar.
Seu coração, por mim, não será julgado
muito menos condenado.
Se ao invés de uma explosão
a sua sensibilidade e emoção
sugerirem que é com uma implosão
que terei que conviver,
sinceramente, não saberei o que fazer
mas, tentarei sobreviver.
Apenas saiba que eu sempre vou me lembrar
que um dia fui um diamante
que nas suas mãos aprendeu a brilhar.

Silvana Duboc