Disponibilidade

Tipos de homens disponíveis no mercado:
O Limpinho
Ele passa medindo com o dedo o nível de pó nos móveis. Tem cheiro de Confort. Quando ele tira o sapato, está sempre com os dedos empoados de Polvilho Antisséptico Granado. Sai do banho de roupão. Lava o umbigo. Tem aspirador de mão no porta malas do carro. Comprou um Vaporetto.
É contra o sexo oral. Depois que goza, sai correndo para o banheiro para se lavar e doido para tirar aquela camisinha "nojenta". Tem nojo da própria porra...

O Standard
Pode ser um advogado que tem um apartamento próprio
de dois quartos e um Uno Mille novinho.
Gosta dos filmes que estão concorrendo ao Oscar.
Freqüenta academia de ginástica direto do trabalho.
Namora firme e tem vários amigos casais, com quem passa os fins de semana no hotel fazenda.
Passeia na orla ou no Ibirapuera no domingão e depois vai comer no Galeto's. Te trata super bem e é PFL.
É um cara legal, mas com o tempo, dá um soniiiiiinho...

O Informático
Usa calça de pregas de tergal, camisa social de manga curta e sapato mocassim com bolotinhas de borracha na sola, sem meia. Passou a adolescência trancado num quarto, estudando matemática e montando kits de tele-jogo vendidos no jornaleiro. Conhece toda a evolução do Atari. Lá no fundo é um metaleiro enrustido que ouve Iron Maiden e tem tesão em meninas branquinhas, gordinhas, com tatuagem e piercing.
É pálido e usa óculos.
Esse cara nunca namora e demora pra casar; fica noivo e, quando o noivado termina, arruma outra noiva.

O Lord
Bonito, pratica vários esportes, rico, educadíssimo, agradável e inteligente. Estudou na Inglaterra nos anos 70. Não votou no Collor! Deixa as mulheres babando. Super discreto, é incapaz de espalhar como foi a noite de sexo irado que vocês tiveram. Passa duas horas nas preliminares, com direito a champagne , música maravilhosa, massagem e o escambáu. Freqüenta desde o Fasano ao Bracarense, sentado na calçada, comendo bolinho de aipim.
Abre todas as portas por onde vocês passam, anda do lado
de fora da calçada. Comenta sobre o jogo com o porteiro
da sua casa, só pra ser simpático.
Só tem um problema...esse cara não pode estar dando sopa por aí. Ele só pode ser casado.

O Mauricinho
Trabalha no mercado financeiro. Tem uma perua Audi, fala ao celular no trânsito ( mas tem viva voz). Tem um aparelho de trinta CDs no porta mala, todos de dance music.
Nunca ouviu falar em Led Zeppelin. Usa meia tipo inglesa, usa o perfume da moda e sabe dançar a dança da moda.
Te leva no restaurante japonês no primeiro encontro.
Tem amigos clones.

O Acabado
Acorda e acende um cigarro. Tem barriguinha de chopp. Ronca a noite inteira. Vai na casa da mãe (que é na porta
em frente) pegar o almoço. Vê Gugu e Faustão,
intercalados, só no controle remoto.
Joga vôlei com a turma na praia, durante a semana,
as quatro da tarde. Liga para o "Você Decide".
É hipocondríaco e tem um plano de saúde que só cobre internação; assim ele pode passar uns dias no hospital para fazer exame de fezes e encher o saco das enfermeiras.
Trabalha em casa, fazendo bicos free-lance.

O Intelectual
Filme americano nem pensar. Provavelmente, ele tem sua videoteca particular e seu filme predileto é russo, em preto e branco. É branquinho, usa óculos, adora mulher de óculos, que use calcinhas grandes de algodão puro. Não assina
a Net, não ouve CD: prefere o vinil. Mora nos Jardins.
Normalmente tem um apetite sexual racionado.

O Triângulo das Bermudas
Esse é aquele cara charmoso, interessante, que tem tudo
pra ser o pai dos seus filhos. Ele te leva pra sair uma vez.
É o máximo! Ele viu os filmes que você viu, leu os livros que você leu e também adora comida japonesa. Ele te leva pra sair uma segunda vez. Também é o máximo! Aí, ele some e você nunca mais tem notícias do desgraçado. E você gasta toneladas de energia mental pensando: porque será que
o cara sumiu? Será que foi porque você falou aquilo?
Será que foi porque você não falou aquilo?
E não adianta regular a periquita, porque o cara
vai sumir de qualquer jeito. Que ódio!