Durou

Durou um dia,
durou um mês,
acabou e começou outra vez.
Durou uma eternidade,
durou tanto quanto a felicidade.
Durou uma estação
talvez o inverno ou o verão.
Durou minutos, segundos,
durou o tempo que o mundo
precisou pra ser criado.
Durou, mas foi perdido, depois achado,
depois esquecido, depois ignorado.
Durou um bocado.
Durou enquanto a lua esteve no céu ,
enquanto a abelha produzia o mel.
Durou na imaginação, durou no papel.
Durou mas não existiu,
por isso não resistiu.

Silvana Duboc