E havia...

E havia o sonho
havia as estrelas
o motivo, o encontro
o desejo incontido em mim.

Havia a emoção
a esperança
a quase infantil fé na
paixão que viria enfim.

Havia a mão trêmula
o medo lindo no peito
a saia arrumada
meio sem jeito a esperar...

Havia o coração
imenso de amor
de doces carinhos...

Havia até o futuro
sem nem ver o presente
e eu nem sabia o porquê.

Havia tudo em mim:
o tremor,
a lua, o amor...
Só não houve você!

Silvane Saboia