É hora do nosso
elo se partir


Então chegou a hora
que eu tanto quis ignorar
e chegou de uma forma
que eu sequer podia imaginar.
Agora sou eu aqui
e você lá,
uma distância doída
que eu não sei se vou aguentar.
Sua voz vai fazer falta,
e seu silêncio também.
Vou ser somente eu
e nunca mais ninguém.
Não poderei mais o acompanhar
e alguém ocupará o meu lugar.
Que seja apenas ao seu lado
jamais dentro do seu coração.
Fui a sua proteção,
a companheira em meio a solidão
e ceder o meu lugar
não tem condição.
Agora vamos ter que nos despedir,
é hora do nosso elo se partir
e nem uma fresta ficará
por onde eu possa passar
e aquele abraço lhe dar.
Agora vão restar as minhas lágrimas
e uma saudade sofrida
daquilo tudo que foi a nossa vida.
No entanto, eu acho que,
se o destino quis roubá-lo de mim
é porque deve ser melhor assim,
só não sei se pra você ou pra mim.

Silvana Duboc