Espero por ti...

Espero por ti... no outro lado do sonho
Onde o espelho das quimeras se materializa,
Onde as utopias se transmutam
E se adornam de realidade.

Espero por ti... no infinito,
Iluminado pelo brilho das estrelas encantadas,
Porto de chegada de almas peregrinas
De enlaçados destinos.

Espero por ti ... na eternidade
Onde o tempo desfaz os desencontros
E acarinha a nossa memória antiga
Com brindes de luz e alegria.

Espero por ti ... no colo da noite,
Embalada pelos abraços de nuvens douradas,
Onde a solidão desfalece
E o novo mundo se anuncia.

Vem amor...
Aconchega-te na brisa mágica do momento
E murmura os nossos nomes aos habitantes do vento.
Vem ... e toca a maciez da aurora,
Bebe da fonte os enigmas resolvidos,
Sente a melodia das nossas almas ecoar pelo firmamento...
Enxuga o orvalho do nosso olhar
Reencontrado nas esquinas de um tempo prometido.
Vem... eu espero por ti!