Estou assim

Estou assim,
longe de mim,
meio anestesiada,
pensando em tudo
e não pensado em nada,
temendo enfrentar a realidade
e apavorada de morrer de saudade.
Estou rodeada pela lembrança
e sem sequer uma única esperança.
Esperança agora ficou lá atrás,
não dá pra se enganar mais.
Mas estou, também, achando que não aconteceu,
que ainda estou ao seu lado e você do meu,
que nada vai nos separar,
que a qualquer momento meu telefone vai tocar
ou que você vem aqui me buscar
para podermos conversar.
Acho que estou querendo fantasiar
para a verdade não ter que enfrentar.
Estou com uma grande alegria por tê-lo conhecido
e uma enorme tristeza por tê-lo perdido.
Estou achando a vida sem sentido
pois não o tenho mais comigo.
Estou indo e vindo,
caindo e me levantando,
sorrindo e chorando,
vivendo e me emocionando.
O tempo todo fico pensando
no quanto foi bom e sofrido
tudo que por nós foi vivido.

Silvana Duboc