Estradas paralelas

Como nuvem passageira
como lágrima derradeira
nos distanciamos.
Deixei de viver nos seus planos
e você foi retirado dos meus
e sabe Deus
se vai ser melhor assim
ou muito ruim.
Importante é que a estrada continua
tanto a minha quanto a sua
e embora agora sejam duas
podem ser paralelas
jamais se encontrarem
mas nunca se afastarem.

Silvana Duboc