Eu perdi tempo à toa

Eu gastei suspiros com quem não merecia
morri de saudades de quem não devia
sonhei acordada com quem não podia.
Eu amei sem necessidade
desgastei meu coração por bobagem.
Eu perdi tempo à toa
numa viagem que o meu coração
fez totalmente sem razão.
Eu fui muito imprudente
uma garota inocente
uma mulher inconseqüente.
Tudo à minha volta indicava
que aquele amor não daria em nada.
Gastei pedaços de mim
numa aventura sem fim
que me deixou assim,
retalhada, ferida, machucada.
Eu tenho agora que me curar
e tentar me remendar.
Mas os pedaços de mim que eu perdi
sei que não vou recuperar.

Silvana Duboc