Eva e Adão

Eu fui Eva em outra encarnação
e você foi o meu Adão.
Pois é, desde então,
nossos nomes foram mudando
e em novas pessoas fomos nos transformando,
porém, juntos continuamos.
Fomos Cleópatra e Marco Antônio,
Sansão e Dalila, Tristão e Isolda,
D. Pedro I e Marquesa de Santos,
Akhenaton e Nefertiti, Anita e Garibaldi,
Romeu e Julieta, Simone de Beauvoir e Nelson Algren.
Hoje, aos olhos dos outros, parece sermos ninguém.
Parecemos, apenas, ser um homem e uma mulher
entregue a um amor qualquer,
mas engana-se quem pensa assim.
Somos a continuação de todos esses amores
que enfrentaram tantas dores,
jamais esmoreceram
e na eternidade nunca se perderam.
Aqui estamos nós e temos como provar
que quando um grande amor, em algum lugar,
por força do destino é sepultado,
rapidamente volta reencarnado
em um novo casal.
Alguns entram para a história, é natural,
outros passam pela vida no anonimato,
isso é um fato.
Então, dessa vez viemos, simplesmente,
como a Maria e o João,
mas ainda pulsa em nosso peito aquela paixão
que no início do mundo uniu Eva e Adão.

Silvana Duboc