Evolução

No seu caminhar para a evolução,
Rumo à luz, rumo à perfeição...
Enquanto centelha divina imortal
Transitei do reino mineral ao hominal.
Primeiramente fui pedra
Daí essa dureza de coração sentir,
Depois, tornei-me frondosa árvore
Quando, então, aprendi a sonhar;

Fez-me o Pai emplumado pássaro
Quando, aí, aprendi a sorrir,
E, hoje, sou um simples homem
Para que possa aprender a Amar!

Joel de Mesquita