Fisionomia da Vida

Examine-se!
Pelo amor de Deus, tenha coragem de examinar suas atitudes: olhe seu rosto, sua expressão e peça para alguém tirar umas fotos suas.
Olhe para a sua fisionomia, mas olhe com cuidado: essa é a sua expressão de felicidade?
Às vezes, a gente vai vivendo um momento difícil interiormente e não se dá conta de que do lado externo estamos mostrando ao mundo o nosso problema, a nossa dor, a nossa insatisfação e o mundo vai se afastando de nós. As oportunidades somem, desaparecem, porque a nossa expressão é diferente daquela que realmente queremos passar.
Pergunte para alguém ao seu lado (tome coragem), como é que ela te vê. O que você realmente passa quando chega no ambiente?
Olha, existe muita gente que não sabe que anda doente da alma, que está a ponto de uma loucura e anda rindo como se fosse hiena, comendo coisa ruim e rindo, rindo de quê? Nem ela sabe...
Por isso, eu te peço: faça uma reflexão de como anda a sua vida.
Como anda a sua família, o seu relacionamento, a sua situação geral e mude tudo se for preciso. Mudar é difícil, não é fácil não, mas quando
é preciso, nós temos que tomar coragem para assumir que o mais importante nessa vida, é o nosso bem estar, que não compensa levar
essa vida para satisfazer João ou Maria, filhos, parceiros e continuarmos na depressão, no mau humor, na doença, na raiva..
Pense. Por amor a você, pense e mude tudo.
Tudo mesmo. Seja radical. Afinal de contas, a vida passa muito rápido,
é apenas um fiapinho de tecido rasgado na eternidade do tempo.