Fogueira
Angela Rô Rô

Por que queimar minha fogueira?
E destruir a companheira
Por que sangrar o meu amor assim?
Não penses ter a vida inteira
Para esconder teu coração
Mas breve que o tempo passa
Vem de galope o meu perdão

Porque temer a minha fêmea?
Se a possuis como ninguém
A cada bem do mal do amor em mim
Não penses ter a vida inteira
Para roubar meu coração
Cada vez é a primeira
Do teu também serás ladrão

Deixa eu cantar
Aquela velha história, amor
Deixa eu penar,
a liberdade está na dor

Eu vivo a vida a vida inteira
A descobrir o que é o amor
Leve pulsar do sol a me queimar
Não penso ter a vida inteira
Pra guiar meu coração
Sei que a vida é passageira
Que o amor que eu tenho não!

Quero ofertar
A minha outra face à dor
Deixa eu sonhar
com a tua outra face, amor

.*.*.*.*.

Não penso ter a vida inteira
Pra guiar meu coração
Sei que a vida é passageira
Que o amor que eu tenho não!

Quero ofertar
A minha outra face à dor
Deixa eu sonhar
com a tua outra face, amor