Fuga

Fujo do que?
Do hábito,
Do ranço,
Da rotina,
Deixados por milhares
De sonhos desfeitos,
Gerados num
Coração adolescente
E abortados pela razão
Ao longo de uma vida
Que nunca desejei ter.
Com o tempo,
A razão...
Envelheceu.
O coração...
continua adolescente.

Eleonora
22.12.01