Iceberg

Mesmo você estando longe de mim
meu amor continua assim,
forte e inabalável,
verdadeiro e incontestável.
Passe o tempo que passar
ele não terá como acabar.
Ele sempre sobreviverá
e eternamente se manterá
como se mantém uma paixão,
sem a menor administração.
Serei sua para sempre
mesmo que você seja simplesmente
apenas uma recordação
a rondar meu coração.
Sei que a vida nos afastou
mas de dentro de mim não o tirou,
então eu vou vivendo cada dia
sem a sua companhia,
sem suas palavras de amor
e soterrada em muita dor.
Que seja como tem que ser,
afinal de que adianta eu lhe querer
se você não quer mais ser
a luz que deveria me iluminar,
o caminho que me levaria a todo lugar.
Deixo o passado me comandar
e do futuro não sei o que esperar
enquanto minha alma não se curar
dessa saudade exacerbada,
dessa rotina tão amarga.
Tenho seus olhos gravados na minha retina,
sua voz ecoando na minha,
seu sorriso estampado no meu,
meu pensamento colado no seu.
Tenho suas dores doendo no meu peito
causando-me um efeito
lindo e assustador.
Como é possível você ainda ser o condutor
dos meus milhares de sentimentos?
E como nem mesmo o tempo
foi capaz de aos poucos ir destruindo
tudo isso que eu ainda estou sentindo?
Tudo dentro de mim deve ter congelado
e num imenso iceberg se transformado
e icebergs não se desfazem facilmente,
resistem incondicionalmente.

Silvana Duboc