As minúsculas letrinhas de um contrato

Em um relacionamento visamos tão somente tirar proveito do prazer e das alegrias que o parceiro nos dá. Procuramos realizar nossas fantasias na certeza de que encontramos a pessoa certa para o resto de nossas vidas.
A parte da dor, do sofrimento e da desilusão estão nas letras miúdas, no pé do ''contrato'' e não a lemos quando '' assinamos'' uma relacionamento.
E sabe por que ?
Na ânsia de viver pela carência de ter alguém e do medo de ficar só, "assinamos um contrato'' amoroso com alguém na esperança de que somente teremos um mar de rosas. As letras miúdas? Para que ler? Afinal de contas não encontramos a pessoa tão esperada, a nossa cara metade, o amor de nossa vida?
Mas na primeira desilusão, na primeira frustração, pegamos o contrato, assim como quem não quer nada, e vamos lá naquelas letrinhas pequenas, que são pequenas de propósito para esconder os prós e os contra de um relacionamento.
Ah se eu tivesse lido antes!!! Afinal ninguém vem com um currículo ou com
seus defeitos escritos na cara, essas "pequenas coisas" estão escritas lá
no final do contrato, escritas com as malditas letrinhas minúsculas.
Só que nunca aprendemos e quando nos desvencilhamos da enrascada em que a vida ou o destino nos meteu, ficamos novamente esperançosos que tudo vai mudar e... novamente entramos de cabeça em um novo relacionamento,
repetindo quase tudo do anterior, porque, na verdade, pensamos:
"Dessa vez será diferente, já aprendi, não vou cometer os mesmos erros".
E, empolgados pelo momento, deixamos de ler o maldito "contrato"
e as suas minúsculas letrinhas bem no final da página...
Para que? Afinal, desta vez, vai ser tudo diferente!


J. Carlos Santtana Cardoso