Não resisti

Não resisti a tua boca tão próxima
Tão deserta de beijos
Não, não pude resistir
A estes lábios tão abandonados
E convidativamente saborosos
Mea culpa, mea culpa

Não resisti a esse olhar
Tão profundamente solitário
Esses braços carentes de abraços
Ah como esquecer esse corpo
Tão selvagem e orfão de paixão
Carecendo ser domado
Não, eu não resisti
Também não me arrependi