Nossos silêncios

Nossos silêncios tão gritantes
nos cercam em certos instantes
onde a palavra é podada
pois não existe mais nada
que possa ser falado
ou, sequer, explicado.
Nossos silêncios são compostos
por um vazio preenchido
e um sentimento que divido contigo.
Nossos silêncios são mortais,
são vivos e especiais,
são óbvios e naturais.
Nossos silêncios falam mais
que nossas falas reais.
Nossos silêncios são tão fortes
e temos tanta sorte
de dentro dos nossos silêncios
podermos nos ouvir
sem precisar, com palavras, exprimir
o que sentimos ou pensamos.
Nossos silêncios podem levar
segundos ou anos
pois mesmo dentro deles
sabemos demonstrar
o quanto nos amamos.

Silvana Duboc