O culpado é você

É madrugada,
frio, chuva fina,
estou cansada
mas o sono, nada.
O culpado é você
que já deve estar dormindo
e eu aqui me consumindo.
Que coisa estranha essa situação,
enquanto você dorme
eu rasgo meu coração.
Mas, amanhã quando eu acordar,
eu junto os pedaços
e colo tudo no lugar.

Silvana Duboc