O principal

O vestido vai ser encantador,
vermelho da cor do amor.
Um decote ousado
e sutilmente bordado.
Um tecido esvoaçante,
leve, inebriante.
Nos pés uma sandália deslumbrante,
alta e elegante.
No rosto uma leve maquiagem
e os cabelos soltos, em liberdade.
E entro na festa caminhando
como se num tapete flutuante
eu estivesse desfilando.
Nesse exato instante
você pousa seu olhar sobre mim
e seus lábios murmuram assim:
Ela é sonho, é irreal...
E olha que você desconhece o principal.
Eu sou muito mais que um belo vestido
com um decote sensual,
eu sou no mínimo um perigo
que nunca você viu igual.
Eu exalo carícia pelo olhar,
eu sou um desejo impossível de controlar.
Eu encanto com as palavras
e lido com elas de forma despojada.
Eu emano um mistério ao sorrir
e tenho um jeito especial de sentir
o que muita gente não sabe que existe.
E o melhor é que meu coração não desiste
de loucamente se entregar
a quem gosta e sabe amar.

Silvana Duboc