O que importa é você

Não é a mudança do ano que altera alguma coisa na sua vida.
As mudanças que você tanto quer realizar têm que partir de
dentro de você, independentemente, de ano, dia ou mês.
Busque a força que está adormecida dentro da sua alma para
tornar seus objetivos reais.
Sonhar faz parte da vida, é necessário, mas não se pode viver só de sonhos e idealizando coisas que muitas vezes nem se corre atrás para que aconteçam.
Aceite o novo em sua vida, o desconhecido,
eles podem conter agradáveis surpresas.
Dê chance a você mesmo.
Chance a novas pessoas, a um novo trabalho, a um novo amor.
Dê, sempre, chance para uma nova vida acontecer
dentro do seu coração.
Se lhe fizer bem pensar que encerrando um ano e começando outro tudo pode mudar, acredite nisso, mas não se prenda a isso.
Lute pelos seus ideais.
Você é a única pessoa que pode mudar
a sua própria vida ou melhorá-la.
Acredite que ninguém dá conta de modificar duas vidas, por isso, aprofunde-se somente na sua. Quanto a dos parentes, amigos e amores tente apenas ajudá-los. Aprenda que quem quer cuidar em excesso dos outros, acaba não cuidando de si mesmo.
Tenha confiança, garra e força de vontade. Esses ingredientes são indispensáveis para se vencer na vida.
Conforme-se que nem tudo pode ser conquistado, mas como não sabemos o que não pode ser, temos que lutar por todas
as coisas com muita determinação.
O que não puder se tornar concreto, quem sabe se não tem
uma razão importante e de peso para tal?
Seja bem humorado. A pessoa ranzinza afasta as outras pessoas
e acaba por afastar também as energias positivas.
Busque companhias e ambientes que emanem paz.
Esse é um fator preponderante para que sejamos felizes.
Fuja de falsidades, intrigas e desavenças.
Elas só vão lhe jogar pra baixo.
Cuide da sua saúde; sem ela nada você poderá realizar.
Depois de fazer tudo isso lembre-se do mais importante - tenha fé! Não importa a sua religião, acredite no seu Deus,
em todas as horas de todos os seus dias.
É Ele a força que vai ajudar você
nas grandes mudanças da sua vida.
Quanto ao ano novo... deixa ele entrar e que seja bem-vindo,
mas o que importa mesmo é você.

Silvana Duboc