Ontem

Ontem... só ontem
depois de tanto tempo
tive vontade de você

Ontem meu corpo quis lhe dizer
aquilo que, dele mesmo, tenta esconder
e sei que foi assim pra mim
tanto quanto pra você

Entrelaçamos nossas mãos
nossos corpos insistiram em se roçar
nossos cheiros, um no outro,
conseguimos deixar

De sussurros em sussurros
voltamos a nos excitar
nossos olhares se cruzaram
nossas bocas falaram
segredos que já pareciam enterrados

Ontem, logo que nos separamos
tive vontade de pegar o retorno
só pra lhe dizer
como é gostoso estar com você
com... ou sem prazer

Só que ontem tive tanta vontade de você
que o tal do prazer
quase cheguei a ter
tudo porque...
dentro de mim
nada havia morrido
apenas adormecido
e o que adormece em algum lugar
um dia tende a acordar.

Silvana Duboc