Os últimos instantes

Os últimos instantes
são cruéis, são marcantes.
São alinhavados por um desligamento,
por um corte nos sentimentos,
um corte ardido
que causa dor e perigo.
Os últimos instantes são decisivos
ou matam ou fazem renascer
ou são anulados ou nunca será possível esquecer.
Os últimos instantes são o final
de um destino que se tornou fatal.
Os últimos instantes não têm nada de original,
pra todos é sempre igual.
Os últimos instantes ignoram a realidade,
não se parecem com histórias de verdade.
Se assemelham a pesadelos agitados
e a casos mal contados.
Os últimos instantes custam a ser encaixotados
mas deveriam mesmo ser queimados
pois tudo que um dia encaixotamos
mais cedo ou mais tarde vasculhamos.

Silvana Duboc