Passado

Passado é passado,
é no sótão da vida
que deve ficar guardado.
Ele já sangrou
tudo que deveria ter sangrado,
ele já machucou
tudo que podia ter machucado.
Deixe o meu passado
em silêncio e acomodado,
deixe-o longe de nós
sem precisar ser julgado
ou, até mesmo, questionado.
Do meu passado,
apenas, posso garantir
que nunca ele me permitiu sorrir.
Quanto a insensibilidade
que você imagina ter existido
saiba que quem o dividiu comigo
sofreu tanto quanto eu
e foi, justamente, o excesso de sensibilidade
que tantos males nos causou
e, ao mesmo tempo,
de uma grande tragédia nos poupou.
No mais, já é tudo passado,
permita que ele descanse
sem que seja perturbado.
Só quem pode avaliar
as dores que teve que enfrentar
é quem as enfrentou
e em seu peito as carregou.

Silvana Duboc