Portuguesa na balança

Uma senhora portuguesa com um nenezinho no colo,
entrou numa farmácia para pesar o menino.
O farmacêutico aproximou-se e disse:
- Minha senhora, essa balança não é apropriada para bebês,
mas costumo pesar a mãe com o nenê no colo; depois peso
a mãe sozinha; a diferença é exatamente o peso do bebê.
E ela respondeu: - Não vai dar certo!
- Por que?
- Porque eu sou a TIA.