Procura-se um homem

Procura-se um homem
que tenha fome de amor,
que saiba cultivar a minha doçura,
que se embrenhe na minha loucura,
que me faça delirar de dia
e a noite me encha de fantasias.
Procura-se um homem meio criança
que se envolva na minha dança,
que fuja comigo,
que se esconda no meu abrigo,
que se delicie com as minhas histórias,
que escreva as minhas memórias.
Procura-se um homem que me cubra de flores,
que me prometa todos os tipos de amores,
que me entregue às ilusões,
que, de joelhos, pegue na minha mão
e me peça cem vezes perdão
por ter demorado tanto tempo
pra vir me buscar mas, ainda assim,
tenha atendido aos meus lamentos
e queira me levar dessa agonia
de ter esperado por ele
tantas noites e tantos dias!

Silvana Duboc