Quem sabe nunca foi amor

Antigamente era tudo diferente,
havia uma urgência em você
que realmente me fazia crer
nos seus sentimentos
em todos os momentos.
No entanto, de repente,
as coisas foram mudando,
aos poucos você foi se modificando
e lentamente se afastando.
Não consigo mais lhe alcançar,
não sei mais onde você costuma estar
e ando cansada de lhe esperar.
O tempo que você me dispensa
tem sido extremamente limitado
e o carinho bastante dosado.
Alguma coisa em algum momento mudou
e eu deixei de ser pra você
o que ainda quero acreditar que sou.
Não sinto mais em você aquela ansiedade,
aquela imensa necessidade
de estar sempre ao meu lado
e isso me faz querer reconstruir nosso passado.
Quem sabe eu fui apenas um vício
do qual você se curou
ou um artifício que, sem sentir, você usou
para se libertar de toda a sua dor.
Quem sabe nunca foi amor.
A verdade é que o tempo passou,
tanta coisa se regularizou
e continuamos aqui estagnados
sem termos concretizado
o que um dia por nós foi sonhado.
Já não sei mais o que pensar,
apenas acho que preciso me afastar
e a sua transformação aceitar.

Silvana Duboc