Quero saber

Quero saber quem inventou o amor,
quem se atreveu a inventar a dor.
Quero saber quem inventou a solidão
e quem inventou de inventar a ilusão.

Quero saber quem inventou partidas
e as enormes feridas
que elas abrem no coração.
Quero saber quem inventou a desilusão.

Quero saber quem inventou a tristeza
e quem arrancou a beleza
de um amor que parecia eterno.
Quero saber quem criou esse inferno.

Quero saber quem roubou as estrelas do céu,
quem transformou o mel em fel
e quem vai poder me responder
tudo isso que eu preciso saber.

Silvana Duboc