Quero um amor assim...

Eu quero um amor assim: ser, estar e viver uma grande amizade que,
de tão grande, se torna uma cumplicidade, e por haver cumplicidade,
se respeita, se busca, se deseja, se ama...
Quero um amor assim, talvez como você, que busca viver além das aparências, um grande caso de amor, que seja mais do que chama,
que seja uma fogueira amiga, que indica a direção, como farol no
caminho da vida, às vezes tão escuro...
que seja uma fogueira perene, onde cada um coloque um graveto,
mantendo sempre acesa a chama da nossa paixão.
Quero um amor de rosto colado, de mãos dadas ao entardecer,
de telefonemas inesperados, de corpos suados, de entrega e paixão,
de conte comigo, de estou aqui, de muitas palavras, mesmo que em silêncio.
Quero um amor assim, com o teu jeito, com teu sorriso, sem o medo do passado e despreocupado do futuro.
Sabe de uma coisa?
Você é o meu número, tem a exata medida da minha paixão,
e esta noite eu te convido: fica comigo, eu quero um amor assim...

Paulo Roberto Gaefke