A razão e a emoção

Ninguém jamais conseguiu explicar como foram criadas as almas gêmeas, mas eu me lembro bem dessa história.
Estavam lá no céu, todas as almas: umas eram somente razão,
outras somente emoção, duas filas distintas.
Finalmente, chegou a minha vez de ser colocada em uma das filas.
Olhei para ambas e me identifiquei com a da razão.
Acontece, porém, que avistei você na fila da emoção e meus olhos brilharam; foi como se fosse um imã a me puxar.
Aproximei-me do Criador e lhe disse:
- Eu gostaria de ficar na fila da emoção, pode ser?
É que existe uma doce alma por lá, que me encantou.
- Está bem - falou-me Ele - você até poderá escolher seu lugar, mas antes quero lhe explicar algo, depois então você fará a sua opção.
Existem almas que são gêmeas, tudo nelas é igual, a única diferença que eu coloquei foi a razão e a emoção, justamente para que elas possam se completar. É como se fosse um encaixe.
Possuo uma grande percepção para distinguir as almas gêmeas e, por isso, entendi que aquela que se encontra ali na fila da emoção é a sua (Ele falou, apontando você) . Daí te querer colocar na da razão.
Caso vocês fiquem juntas, o encanto das almas gêmeas se acabará, ao passo que se ficarem separadas, ele permanecerá. No entanto, devo lhe contar algo: as almas gêmeas, nem sempre se encontram, porém vivem sempre unidas pelo coração e por elas próprias.
Por outro lado, quando se encontram, jamais se separam.
Nem mesmo eu consigo executar esse afastamento.
Entendi naquele momento, que a razão não sobrevive sem a emoção, e a emoção por sua vez, precisa da razão para viver.
Nesse instante fiz a minha escolha: - Prefiro a fila da razão !
Encaminhei-me para o meu lugar, me posicionei, e nesse mesmo instante, você, que não tinha até então
percebido a minha presença, olhou-me e sorriu!
Hoje eu sou a razão, você a emoção.
Eu te dou o chão e você me leva à lua.
Hoje eu entendo o que o Criador quis me dizer com:
"... é como se fosse um encaixe."
Hoje eu sou a razão correndo atrás da emoção e você, a emoção pedindo aos céus que eu possa pertencer à mesma fila que você,
mas o que você não sabe é que fui eu mesmo quem escolheu o meu lugar, só para ser a sua alma gêmea.
O que você não sabe é que, mesmo antes de pertencer
a qualquer uma das filas, eu já te amei.
Quando voltarmos para o lado de lá, você há de entender tudo isso
e se eu puder escolher uma das filas novamente, eu ainda vou
querer ficar separada de você.
A única diferença é que escolherei a fila da emoção para sonhar
como você sonhou e que você fique na da razão para
entender como eu sofri.

Silvana Duboc