Rem-Noel
O Anjo que segura a lanterna

Há momentos em que a necessidade de canalizar a energia
psico-espiritual dentro de nós torna-se imperiosa, mas, diante de uma imensa diversidade de caminhos, igrejas e orientações, hesitamos, ficamos perplexos e confusos.
Em tais situações, chame por mim, sou REM-NOEL,
o Anjo que segura a lanterna:
"Ó Rem-Noel, vós que assististes ao nascimento de todas as religiões e tradições místicas de planeta; que estivestes presente, ainda que invisível, à redação dos textos sagrados de todas as épocas e lugares, fazei brilhar a luz da escolha certa em minha mente, a fim de que eu possa encontrar o caminho certo para mim, nesse meu momento de busca espiritual. Ó Anjo que guiais cada peregrino à sua divindade, não permiti que eu fique "batendo a cabeça", indo de um lugar para o outro, desorientado.
Que, durante o período de reflexão ao qual vou me dedicar, possais, com amor e sutileza, perscrutar os registros mais íntimos da minha alma imortal e, assim, colocar-me no caminho mais adequado e compatível comigo."


Roberto B. O. Goldkorn
in: Falando com os Anjos