Saudades

A dor da sua ausência
tira-me o ar,
a vontade de acordar,
a consciência de quem sou,
a necessidade de viver.

A dor da sua ausência
faz-me solitária,
põe-me a soletrar
palavras que engoli,
lágrimas que não deixei cair,
mãos que não tocaram,
não pediram, nem imploraram
e agora buscam te abraçar
em sonho, em vão,
enquanto a saudade
corrói meu coração...

Saudades
de você,
de nós dois,
do que fomos,
do que nunca
chegaremos a ser...

Lucelena Maia