Sedução

Que bom que eu sou mulher...
Posso sorrir entre lágrimas
desafiando assim
com minha fragilidade
tua força enganadora.
Que bom que sou mulher
e posso te olhar e dizer
te amo, como quem não ama.
Te quero, como quem despreza.
E, debaixo do chapéu,
só eu sei da verdade:
Se o que eu te digo
é o que eu sinto,
se minto,
ou sinto piedade!

Silvane Saboia