Senhor!

Enche de esperança o meu coração
E de doçura os meus lábios!
Põe em meus olhos a luz que acaricia
E purifica, em minhas mãos, o gesto que perdoa.
Dá-me valentia para a luta,
Compaixão para as injúrias,
Misericórdia para a ingratidão e a injustiça.
Livra-me da inveja e da ambição mesquinha,
Do ódio e da vingança.
E que, quando eu voltar hoje
Para o calor de minha cama,
Possa, no mais íntimo de meu ser,
Sentir que estás presente.
Amém!

Alberes Pacheco